Servgs 50 Anos

Home > Instalações Industriais

INSTALAÇÕES CENTRALIZADAS

As instalações centralizadas também se dividem em centrais para envasados ou para granel.
As instalações para envasados são compostas por duas baterias, uma em uso e outra reserva, sendo que cada uma individualmente é capaz de alimentar a rede nas vazões horárias requeridas.
Cada bateria possui uma válvula de bloqueio chamada "fecho rápido", normalmente esférica, que as separa, destinando o GLP a um regulador de primeiro estágio ou estágio único que é comum às duas baterias encontrando-se entre elas.
As instalações centralizadas para granel normalmente ocupam pouco mais da metade do espaço anteriormente ocupado pelos cilindros estacionários, pois com a programação de abastecimento não é mais necessária a existência de cilindros reserva.
Os cilindros ou tanques componentes da central devem sempre ser instalados fora das edificações, em locais arejados, cobertos e protegidos por portões ou cercas de tela, impossibilitando que pessoas não autorizadas tenham acesso para operação.
Para efeito de projeto e execução de Centrais de GLP, consulte a norma ABNT NBR 13.523 (out/1995).

 

INSTALAÇÕES INTERNAS DE GLP
Para condução do fluido GLP através das edificações até os pontos de consumo, são permitidas instalações de aço carbono ou cobre, aéreas, embutidas ou enterradas conforme descrito na norma ABNT NBR 13.932 ( ago/1997), onde podem ser obtidas maiores informações sobre o tipo de material mais adequado além dos afastamentos de segurança necessários.

 

SAC 0800-115550